Tuesday, September 22, 2020
Notícias de Caruaru e Região


Compesa cobra taxa de tratamento de Esgoto aos Moradores do Bairro João Mota e Caiucá de dejetos que são jogados no Riacho dos Mocós e Rio Ipojuca, contribuindo para criação de mosquitos e muriçocas.

Amigos de Caruaru, especialmente do Bairro do Caiucá , essa é a situação que se encontra o Riacho dos Mocós,…

By ADMIN , in Sem categoria , at 19 de outubro de 2018

Amigos de Caruaru, especialmente do Bairro do Caiucá , essa é a situação que se encontra o Riacho dos Mocós, nas proximidades do Bairro João Mota e Caiucá. Desta vez não estou denunciando a obra que se encontra parada, mais sim a situação que encontra-se o Riacho que hoje é nada mais, nada menos, que um esgoto a céu aberto e a Compesa, tem a capacidade de cobrar taxas de tratamento de esgoto dos moradores entre 40% e 80% o que encarece a conta de água em quase o dobro do que é consumido. Para quem não sabe essa taxa que é cobrada pela Compesa é para tratamento do esgoto que sai da sua casa e não para jogar nos córregos mais próximos que é o caso do Riacho dos Mocós e do Rio Ipojuca, hoje em Caruaru considerado um Rio morto e criadouro de mosquitos e muriçocas (pernilongos), peste que assola nosso município e que ninguém aguenta mais. Poucas providências estão sendo tomadas pelos nossos administradores e o povo continua pagando a conta onde a única usina de tratamento de esgoto de Caruaru fica no Bairro das Rendeiras, precisamente no outro lado da cidade em relação ao Bairro do Caiucá. Todo esgoto desse Bairro é jogado através de tubulação no Riacho dos Mocós e no Rio Ipojuca e a COMPESA TEM A CAPACIDADE DE COBRAR NAS CONTAS DE ÁGUA TODO MÊS COMO SE ESTIVESSE TRATANDO TODO ESGOTAMENTO SANITÁRIO DA ÁREA A TAXA DE 40% A 80% DE TODOS MORADORES. Ninguém aguenta mais.
 

Givaldo Bado

Compartilhar isso...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter